lunes, 5 de enero de 2015

GALIZA: DENDE O MLP QUEREMOS AMOSAR A NOSA SOLIDARIEDADE COS COMPANHEIROS E COMPANHEIRAS QUE ESTÁN A SUFRIR A REPRESIÓN DO ESTADO BRASILEIRO!


A FIP – SP Conclama todos os lutadores progressistas e revolucionários

Diante da escalada fascista de repressão policial contra o povo pobre nas manifestações, promovidas pelos aparatos civil e militar dos gerentes de turno sob a chefia da presidente Dilma Rousseff, expressamos nossa solidariedade a todos os familiares e presos políticos em especial a Igor Mendes, Fábio Raposo, Rafael Braga e Caio de Souza, que se encontram presos em Bangu, RJ. Entendemos que mesmo pesando o fato da morte do cinegrafista Santiago da BAND, tais acusações não procedem, pois Fábio e Caio, não cometeram um crime premeditado como querem fazer crer os monopólios de imprensa. Eles acenderam e soltaram um foguete “Buscapé” sem a vara de estabilidade que proporcionaria uma direção clara, com isso os mesmos poderiam ser vítimas, mas a "justiça" e os monopólios de imprensa logo trataram de "provarem" por "todos" os ângulos a "CULPA" dos dois, afirmando ainda que "esse ato foi planejado e executado" nos mínimos detalhes. Por outro lado, se calam diante dos assassinatos de Cláudia, Amarildo, DG e vários outros na mesma comarca do Rio de janeiro, crimes que são acobertados pelo "auto de resistência", que permite os policiais cometer nas periferias os mais bárbaros crimes contra a vida do povo pobre.

A inocência de Rafael Braga, preso desde julho de 2013, é mais que comprovada e sabida por todos, mas a “justiça” continua a negar-lhe liberdade, num claro gesto de racismo e punição à pobreza. Rafael Braga foi preso por portar água sanitária e desinfetante, mas acusam-no de estar portando "objeto incendiário" (coquetel molotov). Igor Mendes, estudante de Geografia e militante do MEPR e ativista da FIP - RJ preso em 03 de dezembro último, é acusado de ter quebrado o que estava estipulado no "habeas corpus" conseguido, após ter sido perseguido desde o dia 12 de junho, véspera da farra da FIFA, quando foram presos Igor D'Icarahy, Elisa Quadros, Andressa Feitosa e Camila Jordan dentre outros 19. Nessa ocasião, Igor Mendes se destacou na defesa de seus companheiros através dos inúmeros documentos escritos por ele e publicado na imprensa popular e democrática e também ao se colocar em um ato contra as perseguições a seguinte frase: "Prefiro morrer de pé, que ajoelhado!" Com a liberação do "habeas corpus" os 23 envolvidos teriam uma "liberdade" assistida pelos órgãos de "inteligência" do velho Estado e tiveram a sua liberdade cerceada com a imposição de limites e a proibição de participarem de protestos, e não autorização de saírem do estado ou país, ou seja, continuaram presos. Igor, Sininho e Karlayne, participaram de uma atividade cultural, no centro do Rio de Janeiro junto aos professores, o que foi a deixa para novamente a "implacável justiça" desse podre e decrépito Estado, declarar novamente a prisão dos três em clara perseguição política. Mais uma vez perguntamos: ONDE ESTA O "ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO?"

”... A recente decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro em manter na prisão Igor Mendes e obrigar Elisa Quadros e Karlayne Moraes a permanecer na clandestinidade reafirma o caráter político do processo, já que a prisão foi decretada porque eles participaram de um evento cultural...”

”... Não é apenas um processo contra a Frente Independente Popular. É um processo contra a luta e a organização do povo, para propagar medo e evitar que o povo se revolte. O mesmo terror de Estado que está na Maré e em cada favela carioca é reproduzido nesse processo...” (FIP - RJ)

Neste sentido, também nos solidarizamos às companheiras Elisa Quadros e Camila Jordan, que estão sofrendo duros golpes pelo monopólio de imprensa, polícia e justiça, colocando-as como aliciadoras e nomeando-as lideranças atacando-as de todas as formas, por não aceitarem que mulheres rompam com essa velha ordem patriarcal e ajam à frente de forma decisiva na luta. Entendemos que a luta dos companheiros e companheiras que estão sofrendo essa perseguição, é parte integrante da luta de todo o povo e deixar que os mesmos enfrentem essa batalha sem no mínimo dar-lhes apoio, é colaborar com o inimigo e aumentar as dificuldades nesse “caminho escarpado, rodeados por todos os lados, pelos inimigos”, que se unem contra nós, simplesmente por questionarmos esse sistema de opressão e exploração e propugnarmos destruí-lo e acabar com todos que exploram e iludem o povo pobre.

Por isso, conclamamos todos os progressistas e revolucionários militantes de entidades populares e sindicais, a somarem-se na luta pela libertação de Igor Mendes, Caio de Souza, Rafael Braga, Fábio Raposo e todos os presos políticos, além do fim de todos os processos contra os ativistas que estão sendo criminalizados por lutarem. Conclamamos a fazerem moções de apoio à luta dos ativistas e enviarem carta de repúdio aos órgãos de segurança e justiça desse velho Estado, pois para nós:

"A Rebelião se justifica!
Lutar não é crime!
Liberdade já a todos os presos políticos!"
                                                                                                          
São Paulo, 19 de dezembro de 2014
                                                                               
FIP – SP 
Frente Independente Popular - São Paulo

Pela liberdade de Igor Mendes Pela Liberdade de Rafael Braga Vieira Frente Independente Popular - RJ Frente Oriente Frente Independente Popular - PE Movimento Estudantil Popular Revolucionário - MEPR Movimento Feminino Popular- Rio M.A.E Movimento Autônomo Pela Educação Passe Livre São Paulo Jornal A Nova Democracia Juventude Independente e Combativa território livre Liga Operária Passa Palavra GAPP - Grupo de Apoio ao Protesto Popular Grupo de Educação Popular - São Paulo Organização Anarquista Terra e Liberdade OATL Liga Estratégia Revolucionária MST - Movimento dos Trabalhadores Sem Terra Mtst Trabalhadores Sem Teto PSTU Nacional PSOL 50 - Partido Socialismo e Liberdade Fanfarra do M.A.L União Popular Anarquista - UNIPA Unidade Vermelha - ORNL Base Popular SP- São Paulo Mães de Maio Rede de Comunidades do Extremo Sul - SP Advogados Ativistas Abrapo - Associação Brasileira dos Advogados do Povo Contra a segregação, Vamos fazer revolução Contra Copa 2014 Comitê Popular da Copa 2014 em SP Corinthians Antifascista Palmeiras Antifascista Marcha Nacional Contra o Genocídio do Povo Negro - São Paulo Mídia Independente Coletiva - MIC Coletivo Mariachi Intervenções ABC FRENTE ANTIFA ANTIFA Comissão dos Pais e Familiares dos Presos e Perseguidos Políticos - RJ Em defesa do Sinsprev Feminismo Sem Demagogia - Original Olhar Independente Julio Lancellotti MSA - Movimento Socialista Alternativo LSR - Liberdade, Socialismo e Revolução União Reconstrução Comunista Coletivo Desentorpecendo A Razão C.M.L - Coletivo Mídia Libertária Partido Comunista Brasileiro - PCB (Oficial) Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos - Cebraspo MATILHA CULTURAL Aliados Do Parque Augusta

A FIP – SP Conclama todos os lutadores progressistas e revolucionários

Diante da escalada fascista de repressão policial contra o povo pobre nas manifestações, promovidas pelos aparatos civil e militar dos gerentes de turno sob a chefia da presidente Dilma Rousseff, expressamos nossa solidariedade a todos os familiares e presos políticos em especial a Igor Mendes, Fábio Raposo, Rafael Braga e Caio de Souza, que se encontram presos em Bangu, RJ. Entendemos que mesmo pesando o fato da morte do cinegrafista Santiago da BAND, tais acusações não procedem, pois Fábio e Caio, não cometeram um crime premeditado como querem fazer crer os monopólios de imprensa. Eles acenderam e soltaram um foguete “Buscapé” sem a vara de estabilidade que proporcionaria uma direção clara, com isso os mesmos poderiam ser vítimas, mas a "justiça" e os monopólios de imprensa logo trataram de "provarem" por "todos" os ângulos a "CULPA" dos dois, afirmando ainda que "esse ato foi planejado e executado" nos mínimos detalhes. Por outro lado, se calam diante dos assassinatos de Cláudia, Amarildo, DG e vários outros na mesma comarca do Rio de janeiro, crimes que são acobertados pelo "auto de resistência", que permite os policiais cometer nas periferias os mais bárbaros crimes contra a vida do povo pobre.
A inocência de Rafael Braga, preso desde julho de 2013, é mais que comprovada e sabida por todos, mas a “justiça” continua a negar-lhe liberdade, num claro gesto de racismo e punição à pobreza. Rafael Braga foi preso por portar água sanitária e desinfetante, mas acusam-no de estar portando "objeto incendiário" (coquetel molotov). Igor Mendes, estudante de Geografia e militante do MEPR e ativista da FIP - RJ preso em 03 de dezembro último, é acusado de ter quebrado o que estava estipulado no "habeas corpus" conseguido, após ter sido perseguido desde o dia 12 de junho, véspera da farra da FIFA, quando foram presos Igor D'Icarahy, Elisa Quadros, Andressa Feitosa e Camila Jordan dentre outros 19. Nessa ocasião, Igor Mendes se destacou na defesa de seus companheiros através dos inúmeros documentos escritos por ele e publicado na imprensa popular e democrática e também ao se colocar em um ato contra as perseguições a seguinte frase: "Prefiro morrer de pé, que ajoelhado!" Com a liberação do "habeas corpus" os 23 envolvidos teriam uma "liberdade" assistida pelos órgãos de "inteligência" do velho Estado e tiveram a sua liberdade cerceada com a imposição de limites e a proibição de participarem de protestos, e não autorização de saírem do estado ou país, ou seja, continuaram presos. Igor, Sininho e Karlayne, participaram de uma atividade cultural, no centro do Rio de Janeiro junto aos professores, o que foi a deixa para novamente a "implacável justiça" desse podre e decrépito Estado, declarar novamente a prisão dos três em clara perseguição política. Mais uma vez perguntamos: ONDE ESTA O "ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO?"
”... A recente decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro em manter na prisão Igor Mendes e obrigar Elisa Quadros e Karlayne Moraes a permanecer na clandestinidade reafirma o caráter político do processo, já que a prisão foi decretada porque eles participaram de um evento cultural...”
”... Não é apenas um processo contra a Frente Independente Popular. É um processo contra a luta e a organização do povo, para propagar medo e evitar que o povo se revolte. O mesmo terror de Estado que está na Maré e em cada favela carioca é reproduzido nesse processo...” (FIP - RJ)
Neste sentido, também nos solidarizamos às companheiras Elisa Quadros e Camila Jordan, que estão sofrendo duros golpes pelo monopólio de imprensa, polícia e justiça, colocando-as como aliciadoras e nomeando-as lideranças atacando-as de todas as formas, por não aceitarem que mulheres rompam com essa velha ordem patriarcal e ajam à frente de forma decisiva na luta. Entendemos que a luta dos companheiros e companheiras que estão sofrendo essa perseguição, é parte integrante da luta de todo o povo e deixar que os mesmos enfrentem essa batalha sem no mínimo dar-lhes apoio, é colaborar com o inimigo e aumentar as dificuldades nesse “caminho escarpado, rodeados por todos os lados, pelos inimigos”, que se unem contra nós, simplesmente por questionarmos esse sistema de opressão e exploração e propugnarmos destruí-lo e acabar com todos que exploram e iludem o povo pobre.
Por isso, conclamamos todos os progressistas e revolucionários militantes de entidades populares e sindicais, a somarem-se na luta pela libertação de Igor Mendes, Caio de Souza, Rafael Braga, Fábio Raposo e todos os presos políticos, além do fim de todos os processos contra os ativistas que estão sendo criminalizados por lutarem. Conclamamos a fazerem moções de apoio à luta dos ativistas e enviarem carta de repúdio aos órgãos de segurança e justiça desse velho Estado, pois para nós:

A Rebelião se justifica!
Lutar não é crime!
Liberdade já a todos os presos políticos!

São Paulo, 19 de dezembro de 2014
 
FIP – SP
Frente Independente Popular - São Paulo



Pela liberdade de Igor Mendes Pela Liberdade de Rafael Braga Vieira Frente Independente Popular - RJ Frente Oriente Frente Independente Popular - PE Movimento Estudantil Popular Revolucionário - MEPR Movimento Feminino Popular- Rio M.A.E Movimento Autônomo Pela Educação Passe Livre São Paulo Jornal A Nova Democracia Juventude Independente e Combativa território livre Liga Operária Passa Palavra GAPP - Grupo de Apoio ao Protesto Popular Grupo de Educação Popular - São Paulo Organização Anarquista Terra e Liberdade OATL Liga Estratégia Revolucionária MST - Movimento dos Trabalhadores Sem Terra Mtst Trabalhadores Sem Teto PSTU Nacional PSOL 50 - Partido Socialismo e Liberdade Fanfarra do M.A.L União Popular Anarquista - UNIPA Unidade Vermelha - ORNL Base Popular SP- São Paulo Mães de Maio Rede de Comunidades do Extremo Sul - SP Advogados Ativistas Abrapo - Associação Brasileira dos Advogados do Povo Contra a segregação, Vamos fazer revolução Contra Copa 2014 Comitê Popular da Copa 2014 em SP Corinthians Antifascista Palmeiras Antifascista Marcha Nacional Contra o Genocídio do Povo Negro - São Paulo Mídia Independente Coletiva - MIC Coletivo Mariachi Intervenções ABC FRENTE ANTIFA ANTIFA Comissão dos Pais e Familiares dos Presos e Perseguidos Políticos - RJ Em defesa do Sinsprev Feminismo Sem Demagogia - Original Olhar Independente Julio Lancellotti MSA - Movimento Socialista Alternativo LSR - Liberdade, Socialismo e Revolução União Reconstrução Comunista Coletivo Desentorpecendo A Razão C.M.L - Coletivo Mídia Libertária Partido Comunista Brasileiro - PCB (Oficial) Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos - Cebraspo MATILHA CULTURAL Aliados Do Parque Augusta

2 comentarios:

Diario del pueblo dijo...

http://pcp71028.blogspot.com/2014/12/en-el-121-aniversario-del-presidente.html

Diario del pueblo dijo...

http://issuu.com/pcp_/docs/sin_t__tulo-1/4?e=4979535%2F10681934

http://pcp.hol.es/wp-content/uploads/2014/11/memoriasdesdenemesis.pdf